Advogado da criança

O advogado da criança representa os interesses da criança. A advogada Fernández de Castillejo concluiu com sucesso a sua formação como advogada da criança em maio de 2012.

O papel de um advogado da criança é reconhecer os direitos fundamentais da criança e permitir que os seus interesses sejam tidos em conta em processos judiciais. Muitas vezes, os pais da criança não têm condições para ter em consideração os direitos da mesma de forma adequada, devido à existência de um conflito de interesses.

O advogado da criança salvaguarda de forma independente e autónoma os interesses da criança. Assim sendo, não se encontra vinculado pelas instruções do tribunal e não está sob a sua supervisão. Para além disso, não está obrigado a manter-se objetivo, uma vez que representa os interesses de apenas uma parte. O advogado da criança está sujeito a um dever de confidencialidade e é-lhe atribuído o direito de recusa a depor.